Saberes Tradicionais e Teorias Integrativas em Coaching Transpessoal

Curso de Especialização (lato sensu) com certificado reconhecido pelo MEC.

Apresentação

A proliferação disciplinar dos conhecimentos a partir das ciências humanas e da saúde promoveu, por um lado, o estudo em profundidade de aspectos específicos dos processos educacionais, psicológicos e vitais com a produção expressiva de recursos tecnológicos em Saúde e Educação, e por outro, fragmentou o sujeito em tais processos de modo que estes – os sujeitos – perderam, ao menos em parte, suas capacidades inerentes para a autonomia.

Essa fragmentação levou organizações internacionais, tais como a UNESCO e a OMS, a incentivar o resgate de competências que retomem a visão integral dos seres humanos. No Brasil muitas são as políticas públicas que enfatizam essa visão, mas nem sempre são oferecidas aos profissionais as condições técnico-educacionais que possam contribuir para o desenvolvimento de competências que visem à integralidade do Ser.

É neste contexto que surge o curso de especialização em epígrafe. Um curso interdisciplinar com enfoque em Saúde e Educação. Formatado a partir de uma estruturação lato sensu (400 horas) e oferecido presencialmente em módulos híbridos de imersão total, em caráter residencial, uma vez ao mês, contando ainda com o apoio em EaD. Dentre as abordagens que buscam criar essa mediação de complementaridade, situam-se a Transdisciplinaridade, a Psicologia Transpessoal e como técnica específica o Coaching, que se coloca num campo intermediário entre a atuação clínica, e educacional.

Objetivos

  1. Capacitar profissionais de diferentes áreas, a partir de uma metodologia transdisciplinar, para compreender e utilizar de forma integrativa e ética conhecimentos de diferentes racionalidades, tais como saberes tradicionais e científicos, sobretudo no campo da Psicologia Transpessoal, para atuações grupais e/ou individuais de desenvolvimento humano;
  2. Desenvolver competências de autoconhecimento, espiritualidade numa perspectiva laica, e de acolhimento do outro, para uma compreensão ampliada do fenômeno humano, possibilitando o desenvolvimento e atualização de competências;
  3. Ajudar pessoas em transição de carreira a refletirem sobre seu momento de vida, de modo que possam avaliar conhecimentos, habilidades e atitudes para o desenvolvimento de novas perspectivas de empreendedorismo no campo da Saúde Complementar e Organizacional;
  4. Fomentar a produção de conhecimentos em transdisciplinaridade no campo da Saúde, Educação e Gestão, para o desenvolvimento de perspectivas de sustentabilidade na atuação profissional.